ortopedista-especialista-em-pé-Tornozelo

Cirurgia de Fratura de Tornozelo em Goiânia: Onde fazer?

cirurgia-fratura-de-tornozelo-em-goiania

A cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia é algo relativamente frequente, pois o tornozelo é uma articulação frágil e extremamente solicitada no dia a dia, logo, com uma tendência maior de sofrer lesões.

Lembrando que o tornozelo é uma articulação complexa que liga o pé à perna e é o que permite os movimentos do pé no espaço.

O tratamento da fratura de tornozelo será proporcional ao traumatismo e à gravidade da fratura, e apenas um ortopedista especialista em pé está habilitado em indicar o tratamento mais adequado, caso a caso.

É importante estar atento aos sintomas de uma fratura de tornozelo. Por isso, reunimos aqui as principais informações: causas, sintomas, tratamento, onde fazer a cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia…

Cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia: o que é fratura de tornozelo?

Para entender a cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia, é importante saber o que é fratura de tornozelo.

O tornozelo é uma articulação que possibilita o deslocamento no espaço, a marcha, a corrida e o apoio dos pés. Por ele, passam diversos ligamentos, os quais têm um papel determinante na propulsão e equilíbrio no momento da marcha.

Dessa forma, esses ligamentos formam uma espécie de “anel” e são muito vulneráveis a traumatismos, que causam as fraturas.

A articulação do tornozelo é composta por três ossos: a tíbia, a fíbula e o tálus.

Anatomicamente, o tornozelo apresenta proeminências ósseas, as quais garantem mais estabilidade ao tornozelo, que recebem o nome de maléolos.

Existem dois maléolos na tíbia e um na fíbula. Portanto, a fratura de tornozelo pode acometer um maléolo (unimaleolar), dois (bimaleolar) ou até os três maléolos (trimaleolar).

Cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia quais os tipos de fratura de tornozelo?

As estruturas ligamentares do tornozelo intervêm diretamente na classificação do tipo de fratura a tratar.

Na maioria dos casos, existem dois tipos de fraturas de tornozelo:

  • Fratura estável: não atingiu mais de dois ligamentos e pode ser tratada de maneira mais convencional;
  • Fratura instável: é um tipo de lesão onde mais de dois ligamentos foram severamente atingidos, o que requer um tratamento mais invasivo, até mesmo uma cirurgia.

Embora esses dois tipos de fratura de tornozelo exigem tratamentos diferentes, os sintomas são os mesmos.

Outra classificação também usada é em relação se ocorre apenas de um lado do tornozelo ou ambos os lados.

Dessa forma, pode ocorrer fratura da fíbula ou da tíbia, ou dos dois ossos, assim como a trimaleolar, quando atinge a parte posterior da tíbia juntamente com a fratura do maléolo lateral e medial.

Quais os sintomas de fratura de tornozelo?

A fratura de tornozelo caracteriza-se por uma série de sintomas, mas não é raro ver um paciente caminhar alguns minutos após a fratura.

No entanto, a dificuldade para se locomover é bem mais comum, e já logo após a fratura, a pessoa não consegue nem dar um passo.

Os principais sintomas são:

  • Inchaço do tornozelo;
  • Edema na região;
  • É praticamente impossível colocar o pé no chão sem sentir dor;
  • Em casos mais graves, o tornozelo não está no seu eixo habitual.

Quando a fratura está na fase aguda, o inchaço é mais visível, assim como as dores se intensificam, a área fratura fica cada vez mais vermelha e torna-se quente ao tocar. Esses são sinais de uma inflamação.

Ao identificar alguns desses sintomas, é essencial consultar um ortopedista especialista em pé, a fim de evitar complicações.

Quais são as causas de fratura de tornozelo?

A maioria das fraturas dos pés ocorrem em resposta a uma força excessiva aplicada sobre eles, e a fratura de tornozelo não escapa à essa regra,

A fratura de tornozelo pode ser provocada por um movimento de torção, ou quando o pé é violentamente empurrado para cima ou para baixo.

Uma queda por um movimento errado, uma queda em uma escada ou cair em um buraco, podem causar uma fratura.

As causas mais comuns incluem:

  • Torção do tornozelo durante a prática de um esporte, como futebol ou basquete;
  • Uso de sapatos com salto alto;
  • Correr em terreno desnivelado ou fazer mudanças rápidas de direção.

Além disso, pode ocorrer em pessoas de todas as idades, com uma predisposição maior em idosos ou pessoas com osteoporose, assim como mulheres na menopausa.

No caso da osteoporose, é uma patologia decorrente de uma desmineralização dos ossos devido à quantidade insuficiente de vitamina D ou o consumo em excesso de carne vermelha, o que favorece a fratura de tornozelo.

Como prevenir a fratura de tornozelo?

A fratura de tornozelo pode acontecer nas horas mais inesperadas, mas pode ser evitada.

Por exemplo, nos atletas, é possível prevenir a fratura de tornozelo aumentando o tempo de aquecimento antes dos treinos.

O aquecimento muscular e articular prepara a articulação aos esforços. O ideal é durante o aquecimento, virar várias vezes os tornozelos durante alguns minutos.

Além disso, é importante não forçar e não continuar em caso de dores, sendo essencial fazer pausas regulares.

Hidratar-se bem permite prevenir também as fraturas e outras lesões.

Quais os primeiros cuidados ao fraturar o tornozelo?

Quando os sintomas apontam para uma fratura de tornozelo e um tratamento médico não puder ser feito imediatamente, alguns cuidados são importantes:

  • Repouso: para evitar uma dor ainda mais intensa, é recomendado interromper qualquer atividade;
  • Imobilização: ao colocar o peso sobre a lesão, vai piorar a dor e o risco de aumentar a extensão da lesão;
  • Gelo: para controlar a inflamação, uma compressa de gelo pode ser aplicada na região;
  • Elevação do pé: recomenda-se elevar o pé, por exemplo, em uma cadeira ou almofada.

Normalmente, para assegurar que a fratura não tenha outras consequências, é indispensável consultar um médico especialista em pé.

Como é feito o diagnóstico de fratura de tornozelo em Goiânia?

O diagnóstico de fratura de tornozelo é relativamente rápido, porque a própria aparência do tornozelo quebrado permite ao ortopedista especialista em pé fazer seu diagnóstico no momento do exame clínico.

Durante o exame clínico, o médico faz as perguntas ao paciente para saber em que circunstâncias aconteceu a fratura.

Palpações e uma observação do tornozelo fraturado são necessárias para tentar localizar a fratura e estimar se é malléolaire, bimalléolaire, etc.

Para confirmar o diagnóstico, o médico solicita exames de imagem, como radiografias ou ressonância magnética.

A radiografia é, na maioria dos casos, o exame mais solicitado, porque mostra o local exato onde o osso fraturou, mas também os deslocamentos dos ligamentos, em caso de fratura mais séria.

Já a ressonância magnética permite definir com mais precisão o tipo de fratura, o que ajuda no momento de determinar o tratamento, seja cirúrgico ou ortopédico.

Com base nessas informações, talvez seja o caso de uma cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia.

Como é o tratamento para fratura de tornozelo em Goiânia?

Em primeiro lugar, a fratura de tornozelo deve ser tratada rapidamente, porque pode causar lesões mais graves.

Da mesma forma, uma fratura de tornozelo que não é tratada adequadamente, pode provocar consequências sobre os ligamentos ou na própria articulação, onde o paciente deve recorrer logo ao ortopedista especialista em pé para iniciar o tratamento.

Se não houver deslocamento do osso e a fratura estiver estável, geralmente, a indicação é o tratamento ortopédico, que consiste em imobilizar o tornozelo e o paciente não deve colocar o pé no chão por pelo menos um mês.

Depois da fratura estabilizada, o gesso ou tala pode ser retirada, e o paciente já pode começar a colocar o pé no chão, porém, é essencial fazer exercícios de reabilitação.

Cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia como é feita?

Existem diversas técnicas cirúrgicas para tratar a fratura de tornozelo, e a cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia é indicada quando o tratamento ortopédico não é eficaz.

A cirurgia é indicada para pacientes que sofreram uma fratura de tornozelo instável.

O objetivo da cirurgia de fratura de tornozelo é reparar as estruturas ligamentares, realinhar os ossos e, se for o caso, remover os fragmentos ósseos que poderão causar lesões subsequentes.

Falando da cirurgia em si, é feita através da incisão de um ou de ambos os lados do tornozelo, onde há  a redução dos fragmentos ósseos para a sua posição original e fixação, com a utilização de parafusos e placas metálicas.

Cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia: qual o tempo de recuperação?

Independentemente da cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia, um gesso será colocado no tornozelo do paciente ou o uso de uma bota imobilizadora, a fim de impedir qualquer movimento.

O paciente não poderá apoiar seu pé no chão durante um mês e meio, e fisioterapia e exercícios para recuperar a mobilidade do tornozelo são indicados.

É importante seguir todas as orientações do médico, pois é o que garante o sucesso da cirurgia.

Cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia: quais os riscos?

Assim como qualquer procedimento, os riscos de cirurgia de fratura de tornozelo incluem:

  • Reações alérgicas à anestesia;
  • Hematomas, que desaparecem espontaneamente;
  • Trombose, flebite e embolia pulmonar;
  • Problemas com a cicatrização.

Se for o caso de cirurgia, geralmente o médico especialista em pé tira todas as dúvidas do paciente. Por isso, esse é o momento de tirar todas as dúvidas.

Cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia: qual médico procurar?

O médico habilitado para fazer cirurgia de fratura de tornozelo em Goiânia é o ortopedista especialista em pé, que após o exame clínico juntamente com exames complementares, vai determinar qual será a técnica utilizada.

Dr.Bruno Air Machado da Silva, membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia e membro titular da Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia de Tornozelo e Pé, possui ampla experiência em tratamento e cirurgia de fratura de tornozelo.

Seu trabalho tem como principal finalidade promover a qualidade de vida de seus pacientes, e para isso, estuda cuidadosamente cada caso, prestando um atendimento individualizado.

Gostou? Compartilhe
Dr. Bruno Air

Dr. Bruno Air é um médico especialista em cirurgia de pé e tornozelo pela Harvard Medical School. Além de atender sua especialidade, ele também clinica várias condições patológicas relacionadas aos pés e tornozelos.

Posts Recentes